LIMÃO TÊNIS Djokovic recorre e terá nova audiência domingo

LIMÃO INFORMA: Djokovic recorre e terá nova audiência domingo

Imagem da LIMÃO INFORMA: Djokovic recorre e terá nova audiência domingo

Melbourne (Austrália) - A indefinição sobre a permanência de Novak Djokovic na Austrália após um novo cancelamento do visto, anunciado nesta sexta-feira pelo ministro da imigração Alex Hawke, ganhou mais um desdobramento. Uma audiência em caráter de urgência foi realizada nesta sexta-feira em Melbourne. Segundo informações do jornal The Age, Djokovic permanecerá no escritório de seu advogado até uma entrevista com oficiais de imigração no sábado. Depois, ficará detido e terá uma audiência no domingo, véspera do início do Australian Open.

A defesa de Djokovic alega que o ministro da imigração tomou sua decisão de cancelar o visto do tenista com base na tese de que sua presença na Austrália alimentaria o sentimento antivacina. O advogado Nicholas Wood disse que Hawke escolheu "remover um homem de boa reputação" da Austrália e "prejudicar sua carreira" por causa dos comentários que Djokovic fez em 2020. "Ele não tem base racional para dizer que a decisão que toma pode aumentar ou minimizar o sentimento antivacina".
 

Os advogados do tenista pediram que ele não fosse preso enquanto o processo estiver em andamento e pudesse permanecer nas mesmas "instalações residenciais" em que ele está atualmente. Ele não será detido até a manhã de sábado (horário local, noite de sexta no Brasil), mas o juiz federal Anthony Kelly disse que Djokovic será levado para detenção de imigração depois de ser entrevistado pelas autoridades.

Além disso equipe jurídica do Ministério da Imigração, representado pelo advogado Stephen Lloyd, garante que o governo não retirará o sérvio do país até que todos os processos tenham terminado. O caso foi levado à Justiça Federal do país.

Sérvio já teve uma decisão judicial favorável
Esta é a segunda vez que Djokovic recorre à Justiça australiana após o cancelamento do visto de entrada no país. Na última segunda-feira, ele já havia obtido uma decisão favorável do juiz Anthony Kelly. No entanto, o parecer de Kelly foi tomado com base em aspectos mais formais do que do mérito, já que o juiz entende que houve erros de procedimento no controle de imigração quando Djokovic chegou ao país.

O despacho cita que o sérvio não teve tempo hábil para regularizar sua documentação na chegada à Austrália, uma vez que suas duas entrevistas junto ao controle de imigração foram realizadas em intervalo de tempo menor do que foi previamente estabelecido.

Djokovic já estava treinando em Melbourne nesta semana
Desde então, o número 1 do mundo iniciou sua rotina de preparação para o Australian Open e já treina nas quadras do Melbourne Park. Nove vezes campeão do torneio e designado como principal cabeça de chave, ele foi sorteado para estrear contra o compatriota Miomir Kecmanovic. A organização do torneio marcou o jogo para a próxima segunda-feira.
 


Fonte: https://tenisbrasil.uol.com.br/noticias/92750/Djokovic-recorre-e-tera-nova-audiencia-domingo/